terça-feira, 8 de maio de 2012

8 de maio - 40 anos do Movimento Sacerdotal Mariano

A Arquidiocese de Cuiabá se prepara para celebrar os 40 anos
do Movimento Sacerdotal Mariano

Origem: A 8 de maio de 1972, Pe. Gobbi participa de uma peregrinação a Fátima e, na Capelinha das Aparições, põe-se a rezar por alguns Sacerdotes, que, além de traírem a própria vocação, tentam formar associações rebeldes à autoridade da Igreja.

Interiormente, uma força o impele a confiar em Maria. Servindo-se dele, como de um humilde e pobre instrumento, Nossa Senhora acolherá todos os Sacerdotes que aceitarem o convite para se consagrarem ao seu Coração Imaculado, para permanecerem fortemente ligados ao Papa e à Igreja a ele unida e conduzirem os fiéis ao refúgio seguro do seu Coração Materno.

Formar-se-ia, assim, um poderoso exército, difundido por todas as partes do mundo e reunido, não por meios humanos de propaganda, mas com a força sobrenatural que brota do silêncio, da oração, do sofrimento e da fidelidade constante aos próprios deveres.

Don Stefano pediu, interiormente, a Nossa Senhora um pequeno sinal de confirmação e Ela antes do fim daquele mesmo mês, pontualmente lho deu em Nazaré, no Santuário da Anunciação.

Origina-se, então, o Movimento Sacerdotal Mariano desta simples e interior inspiração que, em Fátima, Don Stefano Gobbi teve na oração.

Mas como se concretizaria isto?

Em outubro do mesmo ano, tentou-se um tímido encaminhamento, com um encontro de oração e amizade entre três sacerdotes na paróquia de Gera Lario (diocese de Como): deu-se notícia deste Movimento em alguns jornais e revistas católicas.

Em março de 1973 eram cerca de quarenta os sacerdotes inscritos. Em setembro do mesmo ano, dos oitentas padres já inscritos, 25 participaram do primeiro encontro nacional em São Vitorino, próximo a Roma.

Desde 1974 iniciaram-se os primeiros Cenáculos de oração e fraternidade entre os sacerdotes e fiéis; progressivamente, difundiram-se na Europa e em todas as partes do mundo.

Até o final de 1996 Don Stefano Gobbi visitou várias vezes os cinco continentes, para presidir os Cenáculos regionais, fazendo cerca de 900 vôos de avião além de numerosas viagens de carro e trem e fez 2400 Cenáculos, dos quais 1090 na Europa, 917 na América, 105 na África, 146 na Ásia 142 na Oceania.

Isto constitui uma prova da admirável difusão do Movimento por toda parte, nestes anos. (texto extraído da introdução do livro – Aos sacerdotes filhos prediletos de Nossa Senhora – )

Compromissos: São três os compromissos que caracterizam a espiritualidade do Movimento Sacerdotal Mariano:

1º. Consagração ao Coração Imaculado de Maria;
2º. União de amor e oração ao Papa e a Igreja a ele unida;
3º. Levar quanto nos for possível as pessoas com que entrarmos em contato a 
uma vida de entrega confiante a Nossa Senhora. (difundir os Cenáculos).

O Livro: “Aos Sacerdotes filhos prediletos de Nossa Senhora”.

A partir de julho de 1973, Don Stefano Gobbi começara a anotar alguns pequenos pensamentos límpidos e fortes, que lhe nasciam na alma. Em obediência ao Diretor Espiritual, pensou-se em recolhê-los num opúsculo de poucas páginas e conseguiu-se, desse modo, a primeira edição que foi apresentada no Encontro dos Sacerdotes do Movimento, no fim de setembro do mesmo ano.

O MSM já está difundido em toda a parte e sempre através do livro. Foi espontaneamente traduzido nas principais línguas e, assim, ofereceu aos sacerdotes a possibilidade de conhecerem o urgente convite de Nossa Senhora a se consagrarem ao seu Coração Imaculado.

De todos os continentes, os sacerdotes, atraídos por seu convite materno, responderam com a sua adesão ao Movimento; confiaram-se a Maria, começaram a reunir-se em Cenáculos, de tal modo que a Obra de Nossa Senhora conseguiu difundir-se por toda parte, atingindo até mesmo as regiões mais remotas e longínquas da Terra.

Quando o Pe. Gobbi chega aos lugares mais desconhecidos, a fim de participar dos Cenáculos, encontra, com agradável surpresa, o Movimento já propagado, reconhecendo, logo, que o meio para tal difusão foi sempre o livro.

O livro, portanto, cumpre de maneira maravilhosa, a missão de tornar conhecido por toda parte o Movimento Sacerdotal Mariano. (texto extraído da introdução do livro – Aos sacerdotes filhos prediletos de Nossa Senhora – )

O Cenáculo: “A estrutura dos Cenáculos é bastante simples. A imitação dos discípulos, reunidos com Maria no Cenáculo de Jerusalém, nós nos reunimos para rezar com Maria.
Os Cenáculos devem ser, antes de tudo, encontros de oração. Mas esta oração deve ser feita com Maria.

Por esse motivo, a recitação do Terço é característica comum a todos os Cenáculos. Com ele convida-se Nossa Senhora a unir-se à nossa oração, reza-se com Ela, enquanto que, por Ela mesma, nos é revelado o mistério da vida de Jesus”. (texto extraído da introdução do livro – Aos sacerdotes filhos prediletos de Nossa Senhora – ) 


0 comentários:

Postar um comentário